O Lar das Crianças Peculiares é o mais nova estreia de Tim Burton. Trata-se de uma adaptação do livro O Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares, de Ransom Riggs. Os lugares fantásticos e paisagens de época saíram das páginas para figurar o longa metragem por meio de lugares históricos no Reino Unido e na Bélgica. O site Architectural Digest conheceu cada cenário junto ao produtor Gavin Bocquet. Confira:

Assim como no livro, um dos locais com mais significado no filme é o próprio orfanato da Srta. Peregrine – nada mais justo, já que ele dá o nome ao primeiro volume da série.  Enorme e escultural nas páginas, na vida real ele é representado pelo Castelo Torenhof, na Bélgica. A intenção era que o espaço fosse majestoso, cercado por um jardim e muitas árvores, mas que tivesse também uma aparência de lar, não de espaço histórico – uma descrição que não se encaixava com muitas locações visitadas. Torenhof, de estilo gótico e com um lago em seus quintais, era perfeito.

blog-oliveira-melo-foto

O jardim, tão amado pelas crianças, é repleto de esculturas de folhas como dinossauros, elefantes e centauros. O planejamento do paisagismo foi preciso, deixando o espaço bem cuidado e ao mesmo tempo com aparência de habitado.

blog-oliveira-melo-foto2

A sala de estar do castelo já era repleta de elementos com estilo dos anos 30 e 40, exatamente a época em que grande parte da história se passa. A missão do decorador do set, Elli Griff, foi apenas adicionar detalhes como papel de parede de época e piso de parquet.

blog-oliveira-melo-foto3

Na hora de adicionar móveis aos outros ambientes, eles passaram longe de lojas especializadas em cenários. A busca foi feita online e, de acordo com Bocquet, pelo menos 90% das peças são realmente de época, compradas no eBay.

blog-oliveira-melo-foto4

No filme, uma das primeiras coisas que você aprende sobre a Srta. Peregrine é sobre sua conexão com pássaros. Por isso, o conservatório do local – um detalhe importante para as crianças, que adoram instrumentos e artes – foi ambientado de forma a parecer um apiário.

blog-oliveira-melo-foto5

Toda criança do orfanato possui algum tipo de habilidade peculiar – e uma delas, Enoch, é capaz de trazer certos objetos e até mesmo pessoas ou animais de volta à vida. O menino ganhou um pequeno laboratório com prateleiras construídas com estrados de camas, repletas de vidros de remédios, animais, e órgãos falsos. A cara de Tim Burton!

blog-oliveira-melo-foto6

O orfanato fica próxima à vila de Cairnholm, no País de Gales. Para o filme, ela é representada pela pitoresca Portholland, na costa de Cornwall, Inglaterra. Para deixa-la mais fiel às descrições do livro, os produtores adicionaram três lojas e um novo pub ao cenário.

blog-oliveira-melo-foto7

O clímax do filme foi filmado em Blackpool, Inglaterra. A equipe usou o píer e a Blackpool Tower, uma das atrações icônicas do Reino Unido, para uma cena de batalha épica!

Fonte: Casa Abril